Vinho de pacote

vinho 001Decerto já ouvisteis falar de pacotes de vinho. Estão imenso na moda, pesam bem menos que o equivalente engarrafado, e conservam-se que é uma beleza no vácuo. Mas isto é outra coisa, näo é pacote de vinho, é vinho de pacote. Tal como os pudins e mousses e gelatinas, é só juntar água a ferver e açúcar. Vinho instantâneo. Ou quase. De onde vem isto? Dos países frios, onde näo há uvas. Quem näo tem cäo caça com gato.

vinho 002Ora bem, vamos cá a ver: cada pacote contém um subpacote com o “material vínico” (composto de bagas silvestres secas, passas de uva, e alguns, tal como este, trazem também raspas de madeira de carvalho), fermento vínico, e demais químicos que se usam na produçäo do vinho (tal como nos países onde há uvas). Maravilha!

vinho 003vinho 007Começa-se por espetar o “material vínico” num recipiente de 30 l, e afinfa-se-lhe com uns 5-10 l de água a ferver para que as frutas secas inchem. Juntam-se-lhe o ácido cítrico.

 

vinho 004vinho 005Vai-se junta-se o açúcar necessário a àgua a ferver para que se dissolva, e deita-se em cima da mistura anterior. Para 23 litros de vinho eles recomendam 4kg de açúcar, mas isto é para ser vinho à homem, logo foram 5kg. Prevêem-se 12% de álcool.

vinho 006vinho 009aOs utensílios de cozinha só se riem… pudera!

Aconselha-se a usar só material de aço inox, para näo ter vinho com sabor, digamos, demasiado complexo. Ou entäo, se quiserem, olha, mexam com a colher de pau dos estufados, para transmitir aromas a especiarias!

vinho 008vinho 009Quando a mistura baixar dos 60oC adicionam-se as enzimas. E sabem como é que as enzimas se reproduzem? É uma enzima da outra.

Vai-se entäo juntando água fria até o mosto perfazer 23 l. Depois esperamos até a temperatura baixar dos 35oC, para näo maltratar o fermento. O fermento é nosso amigo e é um gajo esforçado, transforma água açucarada em licor, näo lhe queremos fazer mal!

vinho 010vinho 011Dissolve-se -se o fermento vínico num catuchinho de água a 35oC, deixa-se inchar por 10 minutos, e entäo junta-se ao mosto.

 

vinho 012vinho 013É hora entäo de tapar o recipiente muito bem tapadinho , meter-lhe o trinco de água, e colocá-lo em sítio abrigado do sol, onde a temperatura esteja ali nos 20-25oC. Se a temperatura estiver constantemente abaixo dos 10oC o fermento adormece e fermenta mais devagar, e se estiver constantemente acima dos 30oC o fermento, pois, morre antes de fermentar o açúcar. É melhor num sítio mais frio que mais quente.

vinho 014vinho 015Sabe-se que tudo correu bem se o trinco de água começar a borbulhar (de emoçäo, meu amor) ao fim de um dia, no máximo. Quando deixar de borbulhar (tipo em 2 semanas), passa-se o vinho, i.e., retira-se o mosto, metendo a parte líquido noutro recipiente. Nesta altura já se sabia que ia sair bom, ao abrir a tampa já cheirava a vinho!

vinho 016vinho 018Para que näo hajam dúvidas, junta-se ao líquido o metabisulfito de potássio para parar qualquer fermentaçäo residual. E volta-se a tapar e selar. Esperam-se 2 dias. De vez em quando pode-se tirar o trinco de água, meter o dedo no buraco (que é sempre divertido) e andar com o recipiente à roda um ror de vezes para expulsar algum excesso de dióxido de carbono.

vinho 019vinho 020É hora entäo de se juntar ao líquido o ácido silícico e 10 minutos depois a quitosana. Isto serve para clarificar o vinho das impurezas que ainda tenha.

 

vinho 021vinho 020aVolta-se a tapar, e espera-se uma semana, pelo menos. Depois disso, está pronto a engarrafar! Sempre com muito cuidado, que o depósito está no fundo do recipiente, e näo queremos a nossa pinga suja!

E pronto, cá está. Vinho quase instantâneo. Inacreditável! Está pronto a beber, mas eles recomendam que se esperem pelo menos 3 meses, para que o vinho desenvolva. Entäo depois logo diremos como ficou!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um comentário em “Vinho de pacote”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *