Monta e sê montada

Ride for a Ride, é a nova política holandesa de pagamentos: pagar com o corpo.

Mas atenção, tem que ser o fornecedor do outro serviço a pedir o pagamento em sexo. Não pode ser o cliente a oferecer o sexo, pois isso já é prostituição. 🙂

A Holanda é um país muito avançado. eh eh eh

Holanda: Instrutores de condução já podem aceitar sexo como pagamento dos alunos

montada a conduzir

Migração concluída

Foram 12h de trabalho, mas consegui concluir a migração do Chornal para o WordPress multi-site onde já tinha 16 blogs a funcionar.

Este foi o mais difícil de transferir porque tinha muitos extras: páginas, ficheiros, imagens, códigos em formatos especiais e em sítios próprios que fui criando ao longo do tempo. Aproveitei para tentar uniformizar, o melhor possível, esses ficheiros com o ambiente do WordPress, para tentar ter tantas dificuldades da próxima vez que mexer nisto.

Ficaram apenas uns pormenores de somenos importância por resolver: links para publicidade, contagem de visitas… Mas isso resolvo depois com mais calma.

Alemanha na falência

Volkswagen perde 23% na bolsa com escândalo nos Estados Unidos

Software de falseamento de emissões está nos motores de 11 milhões de veículos.

Todos os outros construtores alemães (e não só) estão a ser investigados.

A Alemanha está à beira da falência.
A Merkel já pediu um empréstimo a Portugal.
Portugal empresta 1ª tranche de 500 mil milhões de euros a 17%. As próximas até podem ser mais caras.

Passos e o Ovo da Serpente

Passos faz acordo com (a) Merck(el) para testar medicamentos com portugueses, europeus de terceira.

Megacentro de investigação abre em Santa Maria para testar medicamentos

Novo centro de investigação clínica, em Lisboa, irá desenvolver ensaios nas doenças oncológicas e também na cardiologia, diabetes e neurologia.

Das Schlangenei (1977)

The Serpent’s Egg (film)

Fiquei mesmo impressionado com este filme. Vi isto há 30 anos, quando andava a estudar engenharia e ia mais ao cinema do que às aulas. Aconselho todos a fazerem o mesmo.

Censura salazarista

Governo português faz acordo com a oposição para censurar imprensa

Ninguém leu a merda do projeto com atenção?

Só vejo réplicas e réplicas da parte menos importante do projeto. O problema não é a pretensa “censura” da imprensa. O problema maior – muito maior – é que o projeto preconiza que os partidos com assento na Assembleia têm prioridade em relação aos outros. O projeto obriga a que a imprensa marque debates com os 5 partidos principais, podendo marcar ou não com os outros.

Puxem pela memória e relembrem as últimas eleições. O Garcia Pereira (PCTP/MRPP) exigiu igualdade de tratamento nos debates e isso obrigou a debates com 14 ou mais políticos na TV e rádio, o que se percebeu ser impraticável.

Para resolver este problema, os sábios deputados dos 3 maiores partidos criaram um projeto lei que elimina a possibilidade de divulgação de partidos novos, de partidos concorrentes, e isso sim é grave.

——————-
E no dia em que este projeto foi divulgado, dia 17 de Abril, ou seja na semana passada, ouvi na rádio (e devo ter sido o único que ouviu) que os 3 maiores partidos apoiavam o projeto, o BE já tinha declarado que não aprovava e o PCP ainda estava a analisar.

Pensei: Que tristeza de país este. Deixa-me resolver a minha vida e já vou dar uns tabefes a estes tipos.
Sim, resolver a minha vida. Tentar arranjar qualquer coisa para comer nos último 15 dias do mês, que não sejam os restos que os meus vizinhos deitam no lixo.

Suicidados

Entraram e pediram para os levar ao aeroporto.

-Já está!
-Acreditam todos nessa treta do suicídio.
-Até já querem sempre pelo menos dois lá dentro.
-Deixa só até começarmos a vender as soluções 100% automáticas que dispensam pessoal.
-Ah ah ah
-Eh eh eh
-Bem feito!
-Bem pensado, mas temos de deixar passar um pouco de tempo… Até os custos serem um suplício.

Largei-os.
De que estariam eles a falar?

Lixo no forno

lixo no fornpo
Sim, leram bem, isto tecnicamente é, ou seria, lixo.
Daqui só a cebola e o azeite näo eram coisas que estavam a ponto de ser mandadas para o lixo:
– a cara de bacalhau, porque depois de retirados os filetöes o pessoal näo sabe o que fazer com o que sobra, e se ninguém compra vai pro lixo;
– os pimentos, porque já näo estavam lustrosos embora estivessem sem bicheza ou bolor, e se ninguém compra vai pro lixo.

Calhei a passar ao lado da banca e chamou-me a atenc,äo, por ser coisa que nunca vi pelas Finlândias. Referi-o à empregada… e acabei por o levar para casa à borla!
Mmm… que “lixo” delicioso! Obrigado ignorantes finlandeses por este pitéu!
Bacalhau a saber a pato!
Foi acompanhado de batatas assadas no micro-ondas, e para beber foi um Uvas Douradas tinto Bairrada DOC Reserva 2007.

Plano para o SNS

Homem morre nas urgências do São Francisco Xavier

Um homem de 91 anos morreu ontem à noite nas urgências do hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, onde deu entrada no serviço de Traumatologia depois das 19.00 horas.

in DN

Tivemos acesso ao plano do Governo para as urgências:

  1. Se for reformado, deixá-lo a morrer de fome nos corredores
  2. Se for ativo, dar-lhe uma injeção de aguarrás e mandá-lo para casa
  3. Outros casos, dar-lhe pulseira branca e deixá-lo morrer na sala de espera

Emigrado

O Zé, meu amigo de longa data, ligou-me ontem à noite.

“Porreiro, pá? Podes dar um saltinho a Genève, esta noite, e levantar uns trocos que tenho lá no banco?”

“Assim tão em cima da hora?”

“Fui apanhado e preciso desse favorzinho. Podes ficar com 10% para ti. Esconde isso no colchão até isto passar, pá.”

E cá estou em Genève com duas malas cheias… 20 milhões. Alguém tem um colchão grande para esconder metade disto? Dão-se alvíssaras.

Formação lava mais branco

Apanhei um antigo governante no Cais do Sodré que me pôs a circular por Lisboa à noite. Tinha estado a comer uns “petiscos” na rua de trás e estava à espera de um telefonema…

Tinha um cabelo grisalho e falava mal inglês, mas não me lembro do nome dele… mas não faz mal.

“Está sim, Ricardo, onde é que te apanho? OK, vou já para lá.” E fomos.

À chegada, o ex-governante abriu a porta e entrou o Ricardo DDT com uma pasta na mão. Cumprimentaram-se e mandaram-me circular, mais uma vez, pelas ruas mais estreitas e escuras que pudesse.

“Tás porreiro, pá”, disse o tal ex-governante, mas o outro atalhou e foi logo direto ao assunto: “No teu tempo é que era bom, ó Zé, agora com o Passos estragaram-me o negócio todo.”

E lá continuaram com a conversa enquanto deambulávamos pelas ruas mais esconsas da capital, por entre meninas e chulos, teenagers, coca e muita cerveja.

“Mas tenho aqui uma bomba”, disse o DDT “que vai fazer cair o puto”. “Tenho aqui os extratos bancários do gajo e os papéis da tal empresa de formação, e também da ONG que lavava dinheiro de Angola”.

“Porreiro, pá! Isso é que vai ser uma festa”, adiantou o ex-governante.

“Pois é. Mas vamos fazer isto com calma. Uma coisa de cada vez. Um tiro por semana até à estocada final. Que dizes?”

“Porreiro, pá. Estou nessa.”

Pararam numa casa de meninas e pagaram-me com fundos tóxicos. Nem uma cerveja?
Estamos sempre a aprender.

Valdemiro, o Modesto

Se me der na mona, tomarei Kiev em 2 semanas“, disse o Valdemiro Pudim (TBC “cavalgador de tigres”) ao Barräo Duroso (TBC “cherne podre”)
Pudim avisa Barroso acerca da Ucrânia
A (des)UE, a mando do comando da OTAN, anda-se a armar aos cucos, e insiste em financiar em Kiev um governo golpista que inclui neonazis, que andam divertidos a matar civis no Leste da Ucrânia (ver Donbass), depois de o terem feito no Sul (ver Odessa), enquanto vai picanda a Rússia (a quem deve uns largos milhares de milhöes de euros do gás) para que esta intervenha militarmente… para assim arrastar a OTAN para o conflito.
Entretanto, a Rússia mostra paciência (a mais), e agora o seu presidente mandou o recado ao moço de recados de Bruxelas. Só que se conteve, que se com mil homens os fedralistas conseguem travar o exército ucraniano, entäo com um exército inteiro ele chega à praça Maidan numa semana, no máximo, mesmo parando para almoçar pelo caminho.

Com a sua habitual sagacidade, o Gorbinhas (TBC “mancha na tola”) já avisou as hostes.
Gorbachyov avisa da terrível mortandade na Europal
Ele é crítico do Pudim (e do seu Ursinho) no que respeita ao respeito pela democracia e direitos humano, mas sabe melhor do que ninguém o que se pode esperar do Ocidente… e da Rússia!

E agora pelo Gorbinhas: os EUA estäo a pagar com língua de palmo terem-no apeado para meter à frente da Rússia o imbecil bubadolas Yeltsin, e assim conseguir meter a Rússia num fedorento chinelo. Foram os anos de crise trazidos pelo esbulho permitido pelo “Ébrio-mor de Todas as Rússias” que fizeram eleger o Valdemiro Pudim.Gorby seminovo
Gorby, além de estar vivo, continua lúcido como em 1990 (mas mais rechonchudinho). Por isso convinha apeá-lo o mais depressa possível, antes que ele realizasse o seu sonho de transformar a falida e ineficiente União das Repúblicas Socialistas Soviéticas numa democrática e eficiente União das Repúblicas Soberanas Soviéticas, de cariz social-democrática à maneira nórdica. Por isso o PC o odeio tanto, mas isso é problema deles. Imaginem o que seria dessa URSS (ou só mesmo da Rússia, se tivesse havido na mesma separaçäo) neste momento. Com privatizaçöes suaves e aumentos de produtividade desde 1990 aos níveis só atingidos de 2000 em diante, e com um Estado Social forte, o Gorby estaria breve a celebrar 30 anos como o Salvador de Todas as Rússias, pelo menos.
Gorby velhoGanharia a Rússia mas também e principalmente ganharia o Mundo todo: os excessos da globalizaçäo e financeirizaçäo económica näo se fariam sentir desta maneira, haveria muito mais paz e sossego sem as guerras jugoslavas e fundamentalismos islâmicos, que o contra-ponto à palhaçada continuaria a existir.
Mas isso implicaria permitir à Rússia ter já em 2000 a força que detém agora, e a OTAN mantida onde estava, e isso era de evitar a todo o custo.
Agora amanhem-se, que o Pudim pode ser cínico e mau, mas é (muito) inteligente. E tem o rancor anti-ocidental do povo russo a apoiá-lo.