Putos estúpidos da NET

A NET está cheia de putos estúpidos que mandam mensagens anónimas…
Anónimas? É. Os putos estúpidos pensam que são anónimos e por isso escrevem o que lhes apetece.

Aqui quem escreve caralhadas sou eu. Os putos estúpidos ficam calados.
À frente do papá e da mamã andam de orelhinhas baixas e depois vêm dizer caralhadas para a NET, tentar destruir a paz e a harmonia dum site tão sereno e tranquilo como é este.

Os putos estúpidos estão sempre a ser caçados na NET. Cada tecla que primem no teclado é lido pelo SpyWare preferido (aquela barra fixe do IE, ou aqueles smileys tão convenientes) e enviada para um monstro papão que apenas está à espera da password certa para comer a cabeça do puto estúpido.
Ou então usam sites como o meebo.com que lhes ficam com a password do messenger e sabe-se lá mais o quê.

Ó puto estúpido, da próxima vez envia a mensagem a partir duma máquina em proxy aberto para eu ter mais dificuldade em saber quem és… Parvalhão!

IP: 85.240.233.174 (bl7-233-174.dsl.telepac.pt.)
ISP: Telepac, ADSL
Data/Hora (1ª msg): 13/May/2006:14:36:10 +0100
Data/Hora (2ª msg): 13/May/2006:14:36:48 +0100

A Telepac é obrigada a guardar, durante 2 anos, a informação sobre os IPs atribuídos aos clientes, por isso, mais uma como esta e fodo-te no Tribunal… ou à porta de tua casa.

Filha da púta

Entaõ naõ é ke a funssionaría da Conçervatoría do Resissto Prediál da Amora me obrigou a ir há Cãibra Munissipal pedir uma declaraçaõ em como a Qta do Brasileiro fica na freguesia de Corroios. Como se a púta naõ extiveçe fárta de çaber!

E a Cãibra demora 20 días a paçar a declaraçaõ!

Foda-se! Ó Sócrates, ké ésta merda?!

blogs

É incrível a quantidade de acessos que já tive nesta merda deste blog.

Escrevi 4 livros nos últimos 7 anos, e todos têm um site na net. No total já vendi mais de 22 mil exemplares desses livros. E neste momento, a quantidade de acessos diários a este blog é superior à do meu maior sucesso de vendas (13 a 14 mil exemplares).

O Murdoch tem razão: o dinheiro está a fugir-lhe das mãos… (para os pés?!)

3.397.915

Acabei de transferir os 3.397.915 registos que tinha na BD de teste para a BD da máquina de produção. Agora estou a actualizar o software todo a esta realidade para poder ligar as máquinas novamente.

Este era o plano das festas há 3 semanas atrás:

  1. Parte do cliente (javascript, css, etc)
  2. Parte do servidor (php/mysql)
  3. Integrar tudo no site de apoio ao jogo
  4. Paypal
  5. Criar base de dados distribuída por vários PCs
  6. Criar sistema de distribuição de carga por vários PCs para o servidor HTTP
  7. Reorganização do material: realojar, logística, etc.
  8. Divulgar e esperar

O 1. está feito (à parte alterações de última hora). O 2. estou a fazê-lo. Os 4. 5. e 6. já estão estudados, falta aplicá-los.

A minha filha mais nova, a das joLas, adorou os 2 pinguins!

Coçar os tomates

Reçebi um imail a pedir prá assinár kontra a tacha de 1,5 heuros kús bankos quérem cubrar pêlo uso do multibanco.

O karálho é que eu assinu.

Entaõ esses kabrões págão gazolina a 1,5 heuros para a irem gastár nas bichas da 2ª Circular e da VCI, enquanto cossam os tomates?

É só gájos a queimar petrólio, gázoleo e mais o karalho, nas bichas das pontes do Tejo e do Doiro. Nas A5, A4, A3, Letter e Legal deste país, enquanto coção os tumates, e ainda têem a curajem de me vir pedir para asinar contrós bancos e as suas taxas de MB?

E pedem factura ó mercieiro? Ó tambem o deicham ganhár o que quer, cem pagár imppostos?
O mercieiro é o meu irói. Nunca pága impostos. Quando for grande quero ser como ele. Por iço nunka pesso fatura.

E os bancos? Deixós ganhár há vontade! Isto é um país que é á fartazana! Já tou a pensar como abrir um banco na net e comessar a gamar aos incautos. E vou comessar por voçês…

Manuela

Nunca mais acabo a merda do jogo e isso tem-me atrasado a vida toda…
… nomeadamente a fotografia. Já não revelo fotos desde Setembro. Tenho os PBs todos a acinzentar dentro dos rolos: já são mais de vinte.

Um dos últimos eventos que fotografei foi o 25 de Abril do ano passado, em Almada. Aqui vai uma foto da Manuela Azevedo.


Foto by myself

Coltrane

O John Coltrane é um dos maiores músicos de sempre…
aaaaah… cagando para os cuidados com as afirmações que faço. O Coltrane É o maior músico de sempre.
Se amanhã eu disser isto doutro gajo qualquer, que se lixe.

Bem, continuando, quem nunca ouviu, ou acha que não ouviu, e além disso tem capacidade de encaixe para ouvir música a que não está habituado, deve começar pelo concerto (ao vivo, claro) de 1961 em Estocolmo (vol1). Metade do concerto é ocupado com uma música fabulosa, “My Favourite Things”. É a melhor interpretação que o JC faz desta música, das 6 ou 7 que tenho.
Ele consegue pôr o Sax Soprano a tocar sequências quase impossíveis, como as duas melodias cruzadas e sobrepostas quase no final dos 20 min das coisas favoritas.
É um bom tema para iniciados, os Soft TeenAge Virgin, como lhes chamava o Frank Zappa.
Agora para os Hard TeenAge Virgin, oiçam o Live in Japan (do mesmo JC). Não consigo encontrar paralelo nem sequer na música contemporânea mais recente. É duro, mas absolutamente irrepreensível. Inovador, criativo, incomparável. Ninguém. Repito: NINGUÉM lhe chega aos calcanhares.

Anyway, alguém já se questionou porque é que a filha do Rui Mingas se chama Naima?
Sim, a Naima, a modelo. É filha do Rui Mingas, o Embaixador de Angola em Portugal, o Ministro do Desporto ou da Cultura de Angola, o meu professor de Educação Física na Escola Preparatória D. António da Costa em Almada em ’73, um grande guitarrista, etc. etc.

Ah! É isso. Um grande guitarrista. Então ele era músico?! Sim, era.
E gramava o JC. Curioso hein?!
E por isso deu, à filha, o nome da mulher do JC: Naima!

Naima é o 3º tema do fabuloso concerto de Estocolmo, com uma melodia extremamente bonita em Sax Tenor e um solo em Sax Barítono.

Paulo de Carvalho

Hoje o PC tocou ao vivo no Vivamúsica, o programa que o Armando Carvalheda tem na Antena 1. Por causa da discussão entre o Sócrates e o Louçã, o PC não passou ao vivo, mas em diferido.

No entanto, foi um espectáculo fabuloso. Entre outras coisas, o PC cantou o “Cantar de Emigração“, um tema que o Adriano Correia de Oliveira canta (com letra de um galego de quem não tenho o nome aqui à mão).

Prós putos que não sabem de quem estou a falar, parem um bocadinho antes de começar a torcer o nariz só de ouvir o nome do Adriano (que faz lembrar padres), ou do PC que faz lembrar o 25 de Abril com cheiro a naftalina.

O PC cantou dos melhores poemas contemporâneos portugueses, tem um vozeirão, que não são as guitarras distorcidas nem os vómitos góticos que lhe passam por cima.

Força Paulo, estou contigo.

Slack e Debian II

Debian deve ser um anagrama de “Merda”.
Ainda é pior que o Slackware.
A única distribuição baseada em Debian que consegui instalar foi o Ubuntu, mas multiprocessador é treta. E depois onde está a fonte do kernel para recompilar? E o .config?

Mais vale aprender a trabalhar com o initrd e manter o Slack. Vai ser duro pois não sei que módulos é que tenho que carregar e por cada tentativa tenho que reinstalar o SO todo, uma vez que não consigo arranjar um dispositivo de arranque (disquete, USB, CD) para reconfigurar o sistema.

Para quem não faz ideia do que estou a falar (initrd = “initial ram disk”) o kernel 2.6 carrega um sistema operativo virtual em ramdisk, durante a fase de arranque, para reconhecer os dispositivos existentes na máquina e poder carregar o sistema operativo real.
Quando recompilamos o kernel para adicionar um extra qualquer, por exemplo multiprocessadores, temos que recriar à mão esse sistema operativo virtual, empacotá-lo no formato initrd, colocá-lo no sítio certo, com as dependências adequadas e depois reiniciar a máquina à espera que esteja tudo bem e que arranque. Se correr mal, voltamos à casa de partida, ou seja, reisntalar o SO desde o very início.
Foda-se. Os dias de trevas voltaram ao Linux. Merda do kernel 2.6.

Comme Restus

Registe-se.

A minha escola artística reúne gajos como os Comme Restus, o Manuel João Vieira e o Salvador Dali.
Apesar de não ter muito tempo para ouvir música nova, aqui vai uma lista de temas fabulosos dos primeiros:

  • Extrudes (um hino ao amor!)
  • Palhasso do caralho
  • Pixa Tripla
  • Punheta de Mamas
  • Ristórante de merda
  • Amandame côa paxaxa pus dentes
  • Brutalisa-me cuatua mánica de pudar
  • Eu xamome Ãtónio

Mais info em: http://comme-restus.deviantart.com/, http://www.last.fm/music/COMME+RESTUS e outros que podem encontrar na net.

Haverá temas mais recentes destes gajos… mas tôuma cagar, não quero saber.
Aliás até quero. Digam qualquer coisa.

Quanto ao nosso presidente, o Vieira, o hino é o “Colhão colhão”:

  • [colhões] andam sempre aos pares como os polícias…
  • as novas gerações nascem nos Colhões…
  • and so on