Clandestinidade

Toma lá comida de urso
peoples-stick-

Os portugueses estão a entrar na clandestinidade.
Não na clandestinidade política de outrora, mas na clandestinidade fiscal, que é pior. Estão a ser condenados à inexistência, à irrelevância, à não vida.
Falta escrever o manual do guerrilheiro urbano, perdão, o manual do guerrilheiro fiscal.
Quer quer ser o novo Che, o novo Castro ?

O estado nação transformou-se, pela mão dos agiotas internacionais anónimos, no estado prisão, onde as gerações novas nascem já para pagar dívidas.

Viva a libertação libertária.
Viva Bakunine!

– A propriedade é um roubo! –

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *