Os aliados acordaram… tarde demais?

França, Inglaterra, Rússia e EUA.

Os aliados reunem-se
Está a tocar a acordar

Os aliados que venceram a II Guerra Mundial estão agora a unir-se contra os novos DDTudo, aqueles que acabaram de comprar o BCP?
You better take cover.

Neste momento há projectos activos relativos a duas estações orbitais tripuladas. Uma delas é chinesa. A outra é dos aliados.
https://en.wikipedia.org/wiki/Chinese_large_modular_space_station

https://en.wikipedia.org/wiki/Chinese_exclusion_policy_of_NASA

Lixo no forno

lixo no fornpo
Sim, leram bem, isto tecnicamente é, ou seria, lixo.
Daqui só a cebola e o azeite näo eram coisas que estavam a ponto de ser mandadas para o lixo:
– a cara de bacalhau, porque depois de retirados os filetöes o pessoal näo sabe o que fazer com o que sobra, e se ninguém compra vai pro lixo;
– os pimentos, porque já näo estavam lustrosos embora estivessem sem bicheza ou bolor, e se ninguém compra vai pro lixo.

Calhei a passar ao lado da banca e chamou-me a atenc,äo, por ser coisa que nunca vi pelas Finlândias. Referi-o à empregada… e acabei por o levar para casa à borla!
Mmm… que “lixo” delicioso! Obrigado ignorantes finlandeses por este pitéu!
Bacalhau a saber a pato!
Foi acompanhado de batatas assadas no micro-ondas, e para beber foi um Uvas Douradas tinto Bairrada DOC Reserva 2007.

Valdemiro, o Modesto

Se me der na mona, tomarei Kiev em 2 semanas“, disse o Valdemiro Pudim (TBC “cavalgador de tigres”) ao Barräo Duroso (TBC “cherne podre”)
Pudim avisa Barroso acerca da Ucrânia
A (des)UE, a mando do comando da OTAN, anda-se a armar aos cucos, e insiste em financiar em Kiev um governo golpista que inclui neonazis, que andam divertidos a matar civis no Leste da Ucrânia (ver Donbass), depois de o terem feito no Sul (ver Odessa), enquanto vai picanda a Rússia (a quem deve uns largos milhares de milhöes de euros do gás) para que esta intervenha militarmente… para assim arrastar a OTAN para o conflito.
Entretanto, a Rússia mostra paciência (a mais), e agora o seu presidente mandou o recado ao moço de recados de Bruxelas. Só que se conteve, que se com mil homens os fedralistas conseguem travar o exército ucraniano, entäo com um exército inteiro ele chega à praça Maidan numa semana, no máximo, mesmo parando para almoçar pelo caminho.

Com a sua habitual sagacidade, o Gorbinhas (TBC “mancha na tola”) já avisou as hostes.
Gorbachyov avisa da terrível mortandade na Europal
Ele é crítico do Pudim (e do seu Ursinho) no que respeita ao respeito pela democracia e direitos humano, mas sabe melhor do que ninguém o que se pode esperar do Ocidente… e da Rússia!

E agora pelo Gorbinhas: os EUA estäo a pagar com língua de palmo terem-no apeado para meter à frente da Rússia o imbecil bubadolas Yeltsin, e assim conseguir meter a Rússia num fedorento chinelo. Foram os anos de crise trazidos pelo esbulho permitido pelo “Ébrio-mor de Todas as Rússias” que fizeram eleger o Valdemiro Pudim.Gorby seminovo
Gorby, além de estar vivo, continua lúcido como em 1990 (mas mais rechonchudinho). Por isso convinha apeá-lo o mais depressa possível, antes que ele realizasse o seu sonho de transformar a falida e ineficiente União das Repúblicas Socialistas Soviéticas numa democrática e eficiente União das Repúblicas Soberanas Soviéticas, de cariz social-democrática à maneira nórdica. Por isso o PC o odeio tanto, mas isso é problema deles. Imaginem o que seria dessa URSS (ou só mesmo da Rússia, se tivesse havido na mesma separaçäo) neste momento. Com privatizaçöes suaves e aumentos de produtividade desde 1990 aos níveis só atingidos de 2000 em diante, e com um Estado Social forte, o Gorby estaria breve a celebrar 30 anos como o Salvador de Todas as Rússias, pelo menos.
Gorby velhoGanharia a Rússia mas também e principalmente ganharia o Mundo todo: os excessos da globalizaçäo e financeirizaçäo económica näo se fariam sentir desta maneira, haveria muito mais paz e sossego sem as guerras jugoslavas e fundamentalismos islâmicos, que o contra-ponto à palhaçada continuaria a existir.
Mas isso implicaria permitir à Rússia ter já em 2000 a força que detém agora, e a OTAN mantida onde estava, e isso era de evitar a todo o custo.
Agora amanhem-se, que o Pudim pode ser cínico e mau, mas é (muito) inteligente. E tem o rancor anti-ocidental do povo russo a apoiá-lo.

O fim da convivência pacífica

A olhar para a China, o Japão prepara grande aumento do orçamento militar

O Obama tentou uma solução diplomática para os conflitos islâmicos. As soluções bélicas agravam os problemas: vejam-se as consequências da invasão do Iraque e da deposição do Saddam. Mas o povo americano acha que o Obama é fraco e não está à altura do cargo no que toca à política externa.

O conflito do Estado Islâmico é mais complicado de gerir, precisa de uma solução conjunta do ocidente e dos países islâmicos: é necessário investir numa campanha de informação global para acabar com o recrutamento de descontentes por parte dos extremistas.

Para além disso há mais alguns conflitos complexos: na Ucrânia, na Palestina (um caso crónico), no Sudão, na República Centro Africana…

Mas como isso parece pouco, há ainda a corrida ao armamento no Japão, Arábia Saudita, América Latina

Os tempos de convivência pacífica estão a desaparecer.

O interesse dos merdia

Que fiz eu para merecer isto?
O que lhes interessa é a palhaçada

O interesse “ao lado” é uma forma de censura pior que a censura.
Pois eles são domesticados para estar “interessados ao lado” por um pérfido mecanismo de selecção pseudo natural: Se te esticas, és despedido. Se a linha editorial não interessa, o jornal é reestruturado.
E assim se mantém vivo o enganador mito da liberdade (Ou da Europa, ou da idoneidade da banca). Eu prefiro outros mitos como o do Adamastor. Esse pelo menos já não engana ninguém.

O aumento do PIB

Juros da dívida de Portugal a descer em todos os prazos
Os juros da dívida de Portugal estavam hoje a descer em todos os prazos em relação a terça-feira, depois do “chumbo” do Tribunal Constitucional e alinhados com os juros da Irlanda, Itália e de Espanha…

– – –

Pois então se a decisão do TC faz aumentar o PIB e concomitantemente baixa o rácio dívida/PIB…
Os “mercados” são conhecidos por não apreciarem altos rácios dívida/PIB.

– – –
Por outro lado este é mais um prego no caixão do Euro. Vamos ver se ele morre, se fica zombie, ou se medra.

– – –
Outra coisa: Qual é a palavra que vem à cabeça quando se trata do verbo medrar?
http://www.dicio.com.br/medrar/

Tempos muito interessantes

Provavelmente a notícia mais importante deste início de século:
Russia e China anunciam que väo deixar de comerciar em dólares.
O silêncio mediático nos merdia ocidentais diz bem das possíveis consequências nefastas que isto terá para o “Ocidente civilizado”.
Näo dizer nada, näo vá o poväo perceber e começar a trocar dólares por algo mais valioso, tipo… areia!
queimar dólares, ao menos aquece
Veremos se näo vai haver uma invasäo da Rússia ou da China “para instalar uma democracia”. Nah, é muita areia para a camioNATO deles, iräo (…) primeiro a outros dos BRICS. Ou aos associados-BRICS.
Säo mais pequenos e mais facilmente “democratizáveis”.

Realmente, que se f*d* a UE…

A vantagem de se ter um Presidente autor de ficção científica é de que ele inventa umas histórias mirabolantes para entreter o pessoal e fazer-se passar por pessoa de bem, e depois ainda haja quem caia no engodo.

Entretanto a realidade é um pouco (muito) mais macabra, próxima dos livros de terror, não bastava terem ministros neonazis a governar, milícias fascistas a policiar, oligarcas nomeados governadores regionais…

A UE ainda apoia gente desta? Tenho de dar razão à grunha gringa de certo modo!

Ah, pois, e já pediram uma “ajuda” ao FMI, que já se sabe como corre sempre bem. Por tudo isto, um pouco por toda a Ucrânia (a começar pelo Sul, passando pelo Leste, e já também a Oeste), o povão ucraniano se pergunta “e quem nos salva dos nossos salvadores?“…

Ultimatum

Tinham pinta de não ser de cá e lá os levei para o aeroporto.
-Então como é? Sempre vais?
-Tenho de ir para onde sou preciso.
-Mas aquilo não se vai resolver às boas?
-Não, já lhes demos um ultimatum até às três da matina, mas lá
pela meia noite vamos dizer que fomos atacados e TUMBA! neles.
-Assim, sem mais nada?
-Tem que ser. Não podemos perder tempo.
-Então boa sorte.
-Eles é que vão precisar de boa sorte.

Recomenda-se

E então dei-lhe boleia.
Era uma antropóloga autraliana e já andava por cá, a estudar os nativos, fazia mais de um ano.
Palavra puxa palavra e vai daí descaiu-se a dizer que tinha um blog onde escrevia sobre os portugueses.

Recomenda-se.

http://popanth.com/article/ten-things-ive-learned-about-the-portuguese/