O Raposo e o Coelho

Então fui ao Teatro da Trindade ver o Zorro.

Zorro dá cabo deles
Vulpini, Zorro, Raposa

E qual não é o meu espanto quando o Mau entra em cena e faz um dicurso mentiroso, egoísta mas a parecer que era ele que se sacrificava, em que diz que todos temos que fazer sacrificios e apertar o cinto, e com isto todos excepto ele teriam de trabalhar mais e receber menos.
Que em nome do futuro e da sustentabilidade tinha de ser assim.
Que ele era um benfeitor, quando na verdade era o coveiro.
E que o melhor era mesmo os jovens emigrarem.
E assim se consumava o genocídio do futuro enquanto ele falava de esperança e de um porvir abastado.
Parecia mesmo um Coelho real.

Só é pena que que não haja mesmo Zorros, para o desmascararem e terminar-lhe com a funesta carreira.

– – –
A peça vale mesmo a pena. Diverti-me imenso.

Crimes contra a humanidade

O Euro, essa WMD
Euro is a WMD

Impávido, inamovível das suas convicções, o coelho coveiro do país comanda e incita a sua manada na labuta diária do empobrecimento imposto por aqueles internacionais que às quartas e sábados são contra a austeridade e que às quintas e terças são a favor e que nos outros dias exercitam o silêncio demagógico, enquanto auscultam os ventos, as sortes e os agiotas.

– – –
2010:
Mais de 300 mil jovens portugueses não têm qualquer actividade

2012:
Mais de 430 mil jovens portugueses não trabalham nem estudam.

E só não são mais porque:
Portugal perdeu 65 mil jovens activos num ano.

Esta geração nem-nem foi encurralada e agora está a ser dizimada. Não podem completar o seu ciclo de vida. Passam de juvenis a senis, sem se poderem reproduzir, sem darem fruto. Na Asia procriam e na Europa definham. E depois?
É a economia contra a biologia. O genocídio do futuro está em marcha. Está a acontecer neste momento! E o pior é que não é só em Portugal. Mas é aqui que eu vejo e é aqui que me dói mais.
Srs. ignorantes que nos governam: Vejam os dados demográficos! Vejam a pirâmide etária!
Arrependam-se! Arrependam-se! Façam penitência!
A Europa não pode ser gerida assim.

Um verdadeiro crime contra a humanidade perpetrado pela troika-coelho e seus acólitos.
Viva o Euro, a maior arma de destruição em massa!!

Para quê?

EUA desagregam-se

Americanos estavam “errados” sobre colapso do euro

mario draghi

“O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou hoje, nos Estados Unidos, que os críticos norte-americanos subestimaram o compromisso dos europeus com a moeda única e estavam “errados” quando pensaram que esta ia entrar em colapso.”, in DN

Na realidade, é o dólar que arrisca entrar em colapso. Os EUA podem desagregar-se devido ao shutdown e alguns estados preparam a separação e já pediram assento na ONU.

Papa vai à vagina

Papa visita hoje favela da Vagina

Não há dúvida que a Igreja está a mudar e muito. Francisco é um Papa libertador. Libertador da Igreja e libertador dos povos. Um Papa sulamericano, o Bolívar dos papas.

Aliás, as semelhanças entre os dois são demasiado óbvias para as podermos ignorar: ambos têm a cara virada para o lado direito da foto. São certamente irmãos. (A clonagem faz maravilhas.)

Simón Bolívar

Papa Francisco

Озеро Восток

Я был на озере Восток, когда все пошло не так.
Я увидел спасательную команду отправиться в меня, как я упаду в обморок в полной холодной метель,.
Потом я проснулся в больнице.
Тысячу лет прошло.

Vostok lake
озере Восток

Teses de Abril

Assim como há um Benfica B e um Porto B, agora também há um PCP B.
Que tristeza…
Volta Louçã, estás perdoado.
– – –
Quanto às teses revolucionárias:
a) TSU – Qualquer máquina que ao ser introduzida suprima um posto de trabalho, deve pagar TSU.
Portagens automáticas devem pagar TSU. Bombas automáticas devem pagar TSU. Bilheteiras
automáticas, … sei lá quantas mais.
Se a rentabilidade acrescida que a máquina proporciona não chega para pagar a TSU de quem foi despedido,
a introdução do equipamento não é socialmente rentável. Para quê então pôr o país todo a pagar o desemprego de um português, para que outro enriqueça?
Não tenho nada contra o facto de ele enriquecer por aumentar a produtividade, mas sem ser também à custa dos outros.

b) Serviço militar voluntário – obrigatório.
É jovem? Tens menos de 25 anos? As Forças Armadas têm um lugar para ti. E pago. Em vez de se pagar subsídios de RSI e habituar os jovens à inacção, as FA incorporam-nos e pagam-lhes decentemente. Mas só para voluntários. Ninguém é obrigado, mas para quem quiser há sempre lugar.

c) Extinguir o Euro e salvar a Europa.
Antes que seja tarde de mais e o Euro acabe com a Europa.

d) Baixar a idade da reforma e promover o emprego jovem.
Explicar melhor??! Só se for com um desenho.
Os jovens têm de ter esperança e possibilidades materiais para constituir família.
Senão que futuro irá acontecer? O futuro é nosso, é da nossa responsabilidade, das nossas acções.
Não existe nenhuma divina providência que o determine para nós.

– – –

Aproxima-se o dia 22 de Abril, dia em que faria anos (se fosse vivo) quem elaborou pela primeira vez uma compilação de teses de Abril.

Lenin nasceu a 22 de Abril de 1870
Lenine

Ironias

Com este 25 de Abril, com estes ladrões republicanos, depois da esperança,
vem a ditadura.
Após o descalabro oriental, quando as vespas dos olhos em bico estiverem todas envolvidas em actividades letais, consuma-se o eclipse do bom senso.

Vivem-se tempos absurdos.

Despudorados os economistas proclamam que afinal a economia não é uma ciência mas tão somente um jogo de interesses. Neste ambiente de saque desgovernado e de violência institucional generalizada, medram as falsas soluções. Mas sorrateiramente, inexoravelmente, instala-se, suprema ironia do 25 de Abril, a troika-ditadura. Esbirros locais apoiam-na freneticamente em todos os merdia. É o discurso do caminho único, do partido único, da coesão nacional, do horizonte longínquo.

Portugal perdeu o seu espaço no mundo, a independência, a soberania, a moeda, o estado e todas as gerações futuras estão agrilhoadas ao serviço de uma dívida que não pára de crescer.

-Liberdade?? Queres liberdade? Só depois de morto!

É assim a vida dos carneiros, dos portugueses e dos outros animais domésticos.

IndepJIVViva a INDEPENDÊNCIA de Portugal. De Esquerda ou de Direita, Republicana ou Monárquica!
Mais vale a ingovernabilidade independente!
Somos Portugueses sejamos Portugueses.
Livres, soberanos, ingovernáveis, únicos na sua diversidade.

Buuu!

Tenham medo.
Tenham muito medo!!

Assim negoceia o Eurogrupo com Chipre.

Resposta de Chipre:
Medo??! Nós?
De quê?
De um marreco paralítico, de uma gorda anafada e de uma cambada de subservientes?
Olhem lá. Tenham mas é juízo!
Ainda vocês não sabiam o que era um estado, já nós andávamos nisto.
Temos os Turcos à perna, metade da ilha em guerra, e vocês querem que a gente tenha medo?
De quê? De nos expulsarem do maravilhoso Euro?
De deixarmos de poder comprar Mercedes?
Ai que medo…
Fiquem a saber o seguinte:
Nem a fome, nem a guerra, nem vocês todos juntos nos metem medo.
No vosso lugar, quem devia estar com medo são vocês.
Incompetentes!
Ah! Ah! Ah!

A China vai atacar os EUA

A Alemanha prepara-se para a guerra. Vai começar a exigir um lugar no conselho de segurança da ONU.
Negros planos toldam-lhe o espírito. A Europa desfez-se e refaz-se como marionete transalpina.

Entretanto, do outro lado do mundo, o império dos filhos únicos super mimados acha que são melhores que os EUA e fazem tudo para que a Coreia do Norte perca a cabeça e se atire aos Yankees.

E depois? Uma américa devastada retalia contra quem? China, Rússia e demais dizem a uma só voz: “Não fomos nós, foram eles. Até lhes fizemos sanções e tudo isso. Eles são uns malandros. Têm que ser punidos”. E a China, a milenar China que há séculos e séculos o desejava ocupa finalmente a Coreia enquanto o ocidente ainda nem acredita no que aconteceu e a Alemanha se revela igual a si mesma.

É o fim da estratégia MAD e o começo de uma era louca.

Vai ser giro de ver.
Agora se vai ser giro de viver, já tenho as minhas dúvidas.

Não acredito em demónios, mas que andam à solta, andam…

Este globo está por um fio.
E a culpa é nossa, que não quisemos defender a herança recebida dos nossos egrégios avós.

Portugal tem que se assumir.
Não somos reboques de outros. Somos o motor primeiro da civilização ocidental, berço da expansão que se impôs por todo o lado. Se os caracteres latinos são os mais globais de todos eles é consequência da nossa acção. Não nos envergonhemos do nosso passado. Mantenhamos a lucidez e não nos deixemos cair em tentações nem enganos na construção do futuro.

Bem, também pode ser tudo mais simples e não ligarmos nada e quero lá saber e “ignorance is bliss”.
Dá mais uma passa, meu, e caga nisso, que não interessa nada.

Mulheres…

… então a Procuradora Geral reuniu os quatro magistrados mais importantes, distribui-lhes pastas com os assuntos da reunião e falou, falou, falou…
Mais tarde processa a Candida por violação do segredo de justiça.
É que as pastas tinham conteúdos diferentes e só a da Candida é que surgiu na imprensa.
Quem sacaneou quem?

A Candida apresentou a demissão.

Simbolismos

… e eis senão quando o cabalista numismático, prior do heráldico, douto na velha arte do simbólico transcendente, me confidenciou:
“A crise, a crise! Portugal tem a melhor defesa contra os demónios do Euro.
Basta olhar para as moedas!
A defesa da nação está garantida pelos escudos quinais e pelas inexpugnáveis linhas de torres. Os pentagramas vermelhos, brancos, amarelos, vírus destruidores da harmonia telúrica e usurpadores do planeta, ficam de fora. Ao centro, a nossa preciosa herança comum, o DNA ancestral, eterna fonte de esperança, fado do destino cosmogónico, resiste e triunfa. Basta que cada um faça o seu trabalho. Os tempos são díficeis mas a esperança é inquebrável.”

Estupefacto, olhei para o porta moedas…
Ele há cada coisa…

Castelos e quinas a defender
Inexpugnáveis são as linhas de torres
Dois euros portugueses
Os pentagramas ficam de fora
O centro é sereno
Muitas são as ameaças