Clic

1977? Talvez.

Fui a casa do meu primo pois a minha TV não tinha 2º canal, apenas 1º.
Ia ver uma loucura, uma gravação dos Genesis a tocar o Musical Box ao vivo. Nunca tinha visto nada assim.

O programa passou das 20h às 21h e tinha, na 1º parte uma gravação em vídeo que os Genesis fizeram na TV belga, do tema The Musical Box, do álbum Nursery Cryme. Não conhecia o disco nem a música – era fanático do The Lamb Lies Down On Broadway -, mas adorava a música daqueles tipos.

A TV era a preto e branco, as emissões também – a cor só começou em 1980 – e lembro-me de estarem todos sentados, exceto o PG, e do PG tocar flauta, o que foi uma surpresa para mim, assim como o cabelo comprido que ele afastava para o lado com um abanão de cabeça.

Fiquei desarmado. Aliás, já entrei assim…

Estavam mais dois tipos na sala. O Filipe – que tinha sido meu colega na 4ª classe – e um outro que eu não conhecia e de quem não me lembro. Nenhum deles tinha ido ver os Genesis; estavam lá todos pela 2ª parte do programa: os VDGG.

Eu ia completamente vidrado pelos Genesis, mas saí surpreendido com os Van der Graaf Generator. Foi uma atuação estranhíssima, arrasadora, viva, vívida, vivida e… honesta. Acho que foi a honestidade que me cativou neste gajo. O PH é o artista mais honesto que já alguma vez existiu, para além de ser o mais acutilante, estonteante, perturbador, inteligente e sincero.

Os gajos vibraram, cantaram em coro e uníssono com o Peter Hammill, e saíram tão extenuados quanto ele. Van Der Graaf Generator, A Plague Of Lighthouse Keepers, do álbum Pawn Hearts.

———————–
Estes foram os vídeos apresentados então. Foram gravados pela TV belga em 1972, são ambos originais de 1971. Não digam a ninguém que isto é um tesouro, para que não apareça alguém tentado a roubá-lo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *