Copos de outono

Para acompanhar o arroz de lingueirão da entrada do outono, abrimos umas garrafas de tinto.

Ciconia, Alentejo tinto 2012 Reserva, 14% de álcool, Aragonez, Touriga Nacional e Syrah. Um vinho doce e denso, forte para aquecer os aficionados no inverno.

Plansel Selecta, Alentejo tinto 2012, 14% de álcool, Touriga Nacional, Aragonez e TrincadeiraUm pouco mais áspero e menos doce que o anterior. Bela pinga.

Cantanhede, Beira Atlântico tinto 2012, 12,5% de álcool, Touriga Nacional, Castelão e Baga. Um clássico das Beiras, sempre bom. Bom e barato!

Adega de Monção, Vinho Verde tinto 2013, 10,5% de álcool. Nada melhor para matar a sede do que um verde tinto com um bom nível de acidez.

Fialhoza, Douro tinto 2012, 13,5% de álcool, Tinta Roriz (40%), Touriga Franca (30%) e Touriga Nacional (30%). Com um sabor a pasta de azeitona verde, meio encorpado.

Caves Santa Marta, Douro tinto 2010, 12% de álcool, Tinta Roriz, Touriga Nacional, Tinta Barroca. Um vinho honesto e equilibrado.

Amoreira da Torre, Alentejo tinto 2012, 14% de álcool, Trincadeira (50%), Aragonez (40%) e Cabernet Sauvignon (10%). Um vinho de agricultura biológica, bem equilibrado entre o adstringente, o doce e o ácido. Mais um para voltar a provar.

Quinta das Bágeiras, Bairrada tinto 2011, 13% de álcool, Baga (60%) e Touriga Nacional (40%). Fermentou em lagares pequenos e estagiou em madeira avinhada. Um belo vinho a lembrar mais os clássicos do Douro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *