Camionismo ou comunismo?

O que é que está por detrás desta greve dos encaminhadores de combustível?
Penso que todos já perceberam que esta greve pode destruir a economia do país. Nem é tanto o Governo que é afetado, como muitos fachos e bloquistas ressabiados, que se juntaram comodamente sentados no seu sofá, até lhes faltar o alimento no frigorífico, imaginam com o seu discernimento diminuto. É mesmo o país, muitas pequenas empresas que precisam que a distribuição dos seus produtos seja feita a horas e com a regularidade necessária.
E, depois disso, a população em geral. Se os produtos não chegam às mercearias e supermercados, a fome começa a fazer-se sentir, e a ordem pública entra em colapso. Lembrem-se, por exemplo, dos 1º de maio nas lojas do Pingo Doce.
Este tipo de greves tem acontecido com maior frequência, ultimamente, em vários países da Europa. E, nalguns casos, tem até resultado no crescimento das forças políticas de direita nos diversos parlamentos.
E a quem é que interessa este estado de coisas? Aos EUA, claro, que não querem ter uma Europa forte a competir com eles no mercado mundial. E à China, também. Mas acredito mais na intervenção direta do Steve Bannon nas últimas greves disruptivas em Portugal.
Notem que, no caso dos motoristas, os sindicatos em greve são novos e com órgãos sociais eleitos há menos de um ano.

Um comentário em “Camionismo ou comunismo?”

  1. Um pormenor pormaior: qual a % de camionistas sindicalizados säo representados pelos tais “sindicatos em greve são novos e com órgãos sociais eleitos há menos de um ano”???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *