O cemitério

A professora Clara pediu aos miúdos para fazerem um desenho.
Era o segundo ano que os tinha consigo, já os conhecia desde o ano anterior, quando tinham frequentado a 1ª classe. Estavam agora na 2ª.

A Maria foi chamada com alguma urgência à escola, naquele mesmo dia. A professora disse-lhe que tinha pedido aos meninos e meninas que fizessem um desenho, e que tinha recebido desenhos absolutamente normais. Exceto um. Mostrou-lhe o desenho do João. Era um cemitério, com uma série de campas espalhadas pela folha.

A Maria fartou-se de rir. A professora Clara pensou: “Meu Deus. Não vou internar um. Vou ter que internar dois.”

Mas a Maria explicou: “Eles jogam um jogo – os SIMs – e têm que os matar para os enterrar e terem campas. Põem-nos na piscina e tiram-lhes a escada. Fecham miúdos na cave. E esperam que eles morram.”

A professora Clara estava boquiaberta, sem reação. E pensou: “Vou ter que internar a família toda…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *