Os novos recrutas do exército Ucraniano

Andam suásticas à solta na Ucrânia
Suásticas na Ucrânia

Mais uma vez a suástica chama a atenção.
Desde que este símbolo indiano foi apropriado por Hilter e seus apaniguados que, por aqui,
só se pensa nele como querendo dizer: HITLER!

Mas e noutras latitudes?
Quererá dizer o quê?
Se calhar quer apenas dizer: Não gosto de RUSSOS!

No entanto é preciso cuidado. O extremismo anti-Russo pode conduzir
à aceitação de outros extremismos, que também pululam à sombra da suástica poluída por Hitler.

– – –
Por outro lado, dá que pensar….
E se a CEE foi tomada de assalto pelos NAZIS que a transformaram em UE e agora querem impor o totalitarismo económico?

Um comentário em “Os novos recrutas do exército Ucraniano”

  1. Estas suásticas querem dizer o mesmo que as outras.
    Säo os discípulos de Bandera, que durante a II Guerra Mundial limparam o Oesta da Ucrânia de polacos, judeus, e tudo o resto que näo fosse “puro ucraniano”. Näo o fizeram no Leste porque aí mandava a resistência anti-nazi.

    Näo säo apenas “anti-russos”, säo mesmo “anti-tudo o que nós achamos que seja puro ucraniano”. Compreendes?

    Sim, houve genocídio de polacos por parte da UPA de Bandera, a oposiçäo polaca chegou a propor um dia feriado de homenagem aos mortos e a classificaçäo dos actos como “genocídio”, mas os partidos do governo näo aceitaram porque isso iria chatear os seus comparsas na Ucrânia, e o texto final saiu com um “limpeza étnica com laivos de genocídio”, que basicamente näo quer dizer nada. Ah, e o feriado proposto näo foi aceite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *