Homem que é homem

Dr. Ivanoff – “Homem que é homem espalha as sementes pelo mundo fora”

Chornal – E o que é que quer dizer com isso, Dr. Ivanoff?

Dr. Ivanoff – Um homem com agá grande, espalha o esperma pelos quatro cantos do mundo.

Chornal – Compreendo. Espalha o seu ADN, como preconiza a biologia.

Dr. Ivanoff – Exato, sr. chornalista. Vejo que se informou, que andou a ler os meus livros.

Chornal – Sim, doutor. Preparei-me. Mas em termos logísticos, como faz isso? Como é que um homem pode espalhar o ADN pelos quatro cantos do mundo? Não é por carta certamente, nem através da Internet…

Dr. Ivanoff – A Internet é uma boa ideia… Mas não. Um homem, que é homem, pode começar por despejar os testículos no depósito de água municipal para fecundar todas as mulheres que lava a rata logo pela manhã. É um procedimento que defendo já há mais de 30 anos, e que tem resultados e efeitos práticos na natalidade normalmente em declínio nas sociedaes ocidentais. Um homem que é homem tem que defender o património nacional, mas também o património individual. Um filho, dez mil filhos, é o meu lema.

Chornal – Mas, doutor, esse homem acaba por ficar confinado ao seu município…

Dr. Ivanoff – Cale a boca, seu ignorante. Isso é apenas o tirocínio. Homem que é homem, passa de imediato à fase seguinte. Monta um franchising de espermatização dos depósitos de água municipais de todo o mundo. Ele, os filhos e os netos – pois isto gera uma reação em cadeia – passam a exportar esperma liofilizada para que os mercenários franchisados do futuro possam divulgar a mensagem genética. É a polinização da Humanidade.

Chornal – Desculpe a analogia, Dr. Ivanoff, mas isso faz-me lembrar a loucura do general Ripper do Doutor EstranhoAmor do Stanley Kubrick

Ripper
General Ripper, Dr. EstranhoAmor, Stanley Kubrick

Dr. Ivanoff – Nem mais, sr. chornalista. Mas contrariamente aos efeitos perniciosos, castradores e asséticos do flúor na água de consumo público, o esperma na água tem efeitos potenciadores de vida: cria riqueza genética e espalha uma mensagem para o futuro. Há 30 anos que ando a espalhar a mensagem e já perdi a conta ao número de descendentes…

Chornal – Muito obrigado, doutor. O senhor é uma fonte de inspiração. Vou espalhar a notícia também…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *