façam muito barulho

Kelly’s Heroes. Um filme. Da segunda guerra mundial. Clint Eastwood. A história? Um tesouro do lado de lá das linhas de combate. Por esse tesouro interrompem a guerra ou fazem a guerra. Com as colaborações mais improváveis. O objectivo deles é difícil: passar discretamente para trás das linhas do inimigo e ficar com o tesouro antes de que as tropas de que fazem parte vençam a batalha. Para tal, precisam da colaboração da artilharia: “Façam muito barulho”. “Façam todo o barulho que conseguirem”.

Ontem: o governo rouba o subsídio de férias e o subsídio de natal aos funcionários públicos. E talvez aos outros. Nos próximos dois anos. Pelo menos. Mais barulho do que isto não há. Na véspera: legislação para descriminalizar o dinheiro que saíu ilegalmente do país. No espaço de um ano, o dinheiro que saíu do país para off-shores é mais do que a fortuna do Belmiro. Agora descriminalizado, pagas uma multazinha e pronto. Ninguém se apercebeu de nada.

Um comentário em “façam muito barulho”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *