Divorciada com 10 anos

Mais uma vitória estúpida da aculturação ocidental do oriente. E ainda por cima dão prémios a quem se converter à cultura ocidental.

Nojood, a menina de 10 anos casada segundo os preceitos da cultura do Iémen, divorciou-se com fundos americanos e vai a Nova Iorque receber um prémio pela afronta que cometeu aos seus. Nunca mais pode voltar ao Iémen. Nunca mais pode comer cuscus com iogurte de cabra selvagem. Nunca mais pode respirar o ar puro filtrado pelas areia do deserto e iodizadas pelo Oceano Índico.

Deixem os povos viver com as suas culturas ancestrais. O que seria dos americanos sem os hamburguers e a cocacola? O que seria dos alemães sem as salcichas, a cerveja e o sauerkraut? O que seria de um sultão sem as suas 50 esposas? Ou de mim sem as minhas 4 mulheres?

da notícia do Público

O Doutor do Sexo

Caros Leitores

Serve esta missiva para me apresentar perante vós. Sou doutorado em Antropologia Sexual e pretendo aqui divulgar Ciência de forma que todos compreendam, para desmistificar muitas inverdades que lavram no senso comum da nossa comunidade no que toca ao Sexo.

Para além da minha participação neste Chornal como autor, também dou consultas de Sexo, com inscrições para a redacção desta publicação.

Bem Hajam
Dr. Ivanoff, Médico do Sexo